saor christian louboutin

louboutin mændround="/templates/test1/images/logo.jpg">

  • saor christian louboutin

    crystal christian louboutin
    louboutins mannen
    христианские мужчины
    sconto di christian louboutin
    売り出し
                                             • Bienvenidos  
       
      Tel: (506) 2231-7930 • Fax 2231-7983 • info@iquesa.com  


    Louboutin, YSL & Carmen Steffens caso: solas vermelhas!

    YSL - Peep Toe Resort Verão 2011

    Este é o sapato do caso solas vermelhas que vinha movimentando discussões e questões de criação, identidade e autenticidade nos últimos meses. Quero me explicar melhor: no início deste ano,  a empresa de Christian Louboutin foi a corte federal em Manhattan, Nova York, alegando que  grife Yves Saint Laurent roubou de sua marca e autoria as  solas vermelhas e justificava que este detalhe define um par de Louboutins já há muitos anos.

    Porém, semana passada na corte de Manhattan, a limiar de exclusividade da cor vermelha nos solados Louboutin foi negada, alegando que nenhuma marca tem direito de individualização e autenticidade de uma cor, pois a paleta de cores que tem direito universal garantido, assim como uso por todas as marcas.

    Christian Louboutin: case de sucesso de marketing e vendas das solas vermelhas

    Durante o caso  os advogados  da Yves Saint Laurent argumentaram que os sapatos foram feitos para combinar com outros itens na coleção que  evocam a cor do esmalte chinês.

    A mesma Louboutin, vem processando a marca brasileira Carmen Steffens assim que a griffe abriu loja em Paris. Bom, sabemos como vai acabar essa história depois do caso da YSL.


    Autenticidade, signos, características são itens que fazem parte da estrutura, do conceito e da construção do DNA de uma marca, mas até onde a cor pode ser chamada de sua, sem precisar parar nos tribunais?

    Para ficar nas marcas de luxo vejamos a Tiffany & Co.  que tem um tom de azul especial, chamado de robin egg blue, usado em suas bolsas, caixas, embalagens há anos e, sem dúvida, único, pois a cor transcende com produto, desejo, beleza, sentimento e outras emoções que realizam o sonho de uma jóia Tiffany.

    Tiffany&Co

    Claro que a cor pode e deve ser um atributo de conceito, assim como a textura dos xadrezes da Burberry, tweed da Chanel e outras características, mas há que se ter comunhão em todos os pontos do produto gerando a emoção do adquirir.

    Sapatilha Christian Dior Verão 2011- Trama palha cadeira

     

    Bolsa estruturada Stella McCartney Verão 2011- Trama palha cadeira

    Design e direitos passarão ainda a conversar, dialogar e resolver muito durante a próxima década, essa história ainda tem muitos próximos capítulos.

    Anúncios

    1 comentário

    Arquivado em calçados, campanhas, celebridades, comportamento, verão 2011/12, vitrines internacionais

    Uma resposta para “Louboutin, YSL & Carmen Steffens caso: solas vermelhas!

    1. Pingback: Carmen Steffens promove concurso de estilismo | Penso Moda Fanny Littmann

    Deixe um comentário Cancelar resposta